FANDOM


CENA: Floresta Encantada. Passado. Rumplestiltskin está usando sua roda de fiar em sua casa. Baelfire entra.


Baelfire: Papai, Papai! Vieram pegar Morraine. (Rumplestiltskin pega sua bengala e ele e Baelfire saem de casa)
Mãe de Morraine: Não! Não!
Pai de Morraine: Não! Não, por favor! Por favor!
Mãe de Morraine: (chorando) Não! Por favor, não! Não, não faz isso, não!
Pai de Morraine: Por favor, não!
Mãe de Morraine: Não, você não pode levá-la! Ela é meu bebê! Não leve o meu bebê!
Hordor: Que bobagem. Ela é uma garota forte, será uma ótima soldado.
Pai de Morraine: Isso é um erro. Ela só tem 14 anos!
Hordor: São ordens do duque! A Guerra do Ogro já fez suas vítimas nessa estação. Mais tropas reverterão a situação.
Baelfire: Eles diminuíram a idade de novo.
Rumplestiltskin: Eu sei.
Hordor: Levem-na.
Mãe de Morraine: Não! Não!
Hordor: Ela virá comigo.
Mãe de Morraine: Não!
Pai de Morraine: Você não pode levá-la!
(A mãe de Morraine tenta atacar Hordor com uma faca. O Senhor das Trevas estrangula ela e o pai usando magia. Ela é forçada a parar.)
Hordor: O Senhor das Trevas acha que eu posso. (Ele e Morraine vão embora a cavalo)
Baelfire: Meu aniversário é daqui três dias. Eles virão me pegar.
Rumplestiltskin: Daremos um jeito. Daremos um jeito. (colocando um braço protetor ao redor de Baelfire)
Mãe de Morraine: (choraminga) Não!

CENA: Storybrooke. Presente. Loja do Sr. Gold. A campainha na porta toca. Emma Swan entra.


Emma: Gold? Você tá aí?
Sr. Gold: (falando consigo mesmo) Bom, é a minha loja...
(Emma entra na parte de trás da loja de Gold. Ela sente o cheiro de algo desagradável.)
Emma: Ugh! Que é isso?
Sr. Gold: É lanolina. Impermeabilizante.
Emma: Tem cheiro de bicho.
Sr. Gold: Bom, é por isso que a lã de ovelha repele a água.
Emma: Isso fede! Hm, você ligou pro Departamento do Xerife. Vamos conversar lá fora?
Sr. Gold: Eu só queria... (se levanta, fazendo a volta na mesa) Expressar minhas condolências, na verdade. O xerife era um bom homem. Ainda está usando o distintivo de assistente. (Emma olha para baixo surpresa.) Ele faleceu há duas semanas. Acredito que depois de agir duas semanas como xerife, o trabalho se torna seu. Vai ter que usar o distintivo verdadeiro.
Emma: É, acho que sim. Só não tô com pressa, então... Obrigada pelas palavras gentis. (se prepara para sair da loja.)
Sr. Gold: (seguindo ela) Estou com as coisas dele.
Emma: (se virando para ele, surpresa) O que?
Sr. Gold: Do xerife. Ele alugava um apartamento meu. Te chamei por isso também, queria te oferecer uma recordação.
Emma: Não preciso de nada.
Sr. Gold: Como quiser. Darei para a prefeita Mills. Parece que ela é o mais próximo de uma família pra ele.
Emma: Não tenho certeza.
Sr. Gold: Que animosidade. Veja, infelizmente tudo isto aqui vai direto pro lixo. Você poderia pegar alguma coisa. Veja! (pega a jaqueta do xerife) A jaqueta.
Emma: (negando com a cabeça) Não.
Sr. Gold: Hm, veja. (mexe nas coisas da caixa e pega dois walkie talkies) Seu filho pode gostar disto, não acha? Poderiam usar juntos.
Emma: (nega com a cabeça novamente) Eu não...
Sr. Gold: Por favor. Eles crescem tão rápido.
Emma: (pega os walkie talkies) Obrigada.
Sr. Gold: Aproveite isto com seu filho. O tempo de vocês juntos é precioso. (Emma olhando para ele questionavelmente) É a verdade sobre as crianças: Quando você vê, já perdeu.